Minha boca travou, e agora?

Existem dois tipos de travamentos da mandíbula: o de boca fechada, quando não se consegue abrir a boca e o de boca aberta, quando não se consegue fechar. O travamento da mandíbula de boca fechada ocorre mais frequentemente devido ao deslocamento do disco articular e se transforma em um obstáculos ao movimento da articulação. Nestes casos não se consegue abrir a boca com amplitude adequada e alguns outros movimentos também podem estar limitados. Já no travamento de boca aberta, o paciente apresenta dificuldade de fechar a boca, dificuldade de falar e aumento da salivação. Isso acontece porque ligamentos da ATM sofrem distensão permitindo um movimento exagerado do componente ósseo (cabeça da mandíbula). O travamento da boca se dá normalmente com sintomatologia dolorosa forte. Muitas vezes o travamento de boca aberta acontece após mordida em sanduíche, gargalhada, pancada, extrações, anestesia geral, etc. Indivíduos com risco de travamento aberto apresentam frouxidão ligamentar e uma anatomia articular que favorece a lesão. Quando o travament

Os distúrbios temporomandibulares têm sido caracterizados como alterações envolvendo a musculatura mastigatória, as articulações temporomandibulares e estruturas relacionadas a estes. Os indivíduos portadores da DTM apresentam vários sinais e sintomas comuns a esta patologia, como a dor e sensibilidade dos músculos mastigatórios e na ATM, presença de ruídos e limitação dos movimentos mandibulares. As atividades parafuncionais podem ser diurnas e noturnas. Entre os hábitos diurnos se destacam o apertamento dentário, roer unhas, mastigação unilateral, morder lábios, bochechas e objetos (caneta, lápis, etc), sucção digital, mastigação de chicletes, má postura corporal e fumo. Esses hábitos podem prejudicar os indivíduos propensos a desenvolver uma DTM. Portanto se você apresenta algum desses hábitos, cuidado! Você pode desenvolver sintomas de DTM. Se você já apresenta sinais e sintomas de DTM evite hábitos deletérios e movimentos abruptos e extensos mandibulares.

Alguns pacientes que tem DTM articular podem não responder bem a tratamentos estritamente conservadores (placas oclusais, exercícios mandibulares, mudanças de hábitos). Para estes casos a  viscossuplementação da ATM pode ser uma ótima opção de tratamento. A viscossuplementação é uma técnica minimamente invasiva frequentemente utilizada pela medicina nas áreas da ortopedia e reumatologia. Essa opção de tratamento é realizada por meio da infiltração de ácido hialurônico na ATM. O ácido hialurônico melhora a qualidade e quantidade de líquido sinovial que é responsável pela lubrificação e nutrição das células da articulação. As infiltrações controlam a dor e processos degenerativos, além disso melhoram a função articular. A frequência de infiltrações geralmente são realizadas com intervalos de 2 a 4 semanas podendo ser repetidas por até 5 sessões. A aplicação é rápida e confortável e os efeitos adversos são discretos (leve dor local e edema por um ou dois dias após a infiltração). Os especialistas da Bonotto Odontologia tem grande experiência em viscossuplementação das ATM. Agende sua consulta.   REFERÊNCIAS  

  1. Goiato MC, da Silva EV, de Medeiros RA, Túrcio KH, dos Santos DM. Are intra-articular injections of hyaluronic ac

A apneia do sono é caracterizada por uma interrupção da respiração e paradas respiratórias durante o sono, mesmo com esforço respiratório. A apneia pode ser gerada por fatores neurológicos ou por obstrução da passagem do ar pelos tecidos orais e da faringe. Normalmente as apneias obstrutivas ocorrem quando o paciente dorme de barriga para cima. O número de eventos por hora determinam a severidade da doença, que está relacionada ao aumento de risco de doenças cárdio-vasculares e, portanto, pode por em risco a vida do paciente. Alterações craniofaciais, fatores genéticos e hormonais, obesidade, uso de medicamentos e o consumo de álcool são considerados fatores predisponentes da apneia. Se você apresenta sonolência diurna, insônia noturna, cansaço ao acordar, ronco alto, obstrução respiratória durante o sono deve procurar um especialista para avaliar seu caso. Existem algumas opções de tratamento. Casos mais simples podem ser tratados pelo dentista, com uso de aparelhos intraorais removíveis que avançam a mandíbula e aumentam o espaço para respiração. Outros podem ser tratados com uso de CPAP, uma máquina com máscara nasal que aumenta a ventilação durante o sono. Casos complexos podem requerer avanço cirúrgico bimaxilar (cirurgia ortognát

Historicamente a oclusão dentária (forma como os dentes se encaixam) tem sido responsabilizada pelo aparecimento das DTM. Por décadas, tratamentos que tinham por objetivo a correção da mordida, como ajustes oclusais e ortodontia, foram utilizados para tratar DTM. Porém, na medida que pesquisas atuais foram surgindo, o papel da oclusão como causa das DTM perdeu força. Atualmente, os problemas de mordida não podem mais ser considerados o foco principal do tratamento das DTM. Os fatores psico-comportamentais como comportamentos bucais inadequados, a ansiedade, estresse e depressão são considerados os principais fatores etiológicos da DTM. Pessoas expostas a fatores apresentam mais risco de desenvolver DTM. As correções oclusais só deveriam ter início quando os sintomas de DTM estivessem controlados. Por esse motivo, o mais importante é que o profissional esteja ciente desses fatores e realize o manejo das DTM baseado nas evidências científicas atuais sobre o entendimento da doença. A Bonotto Odontologia conta com especialistas para realização do diagnóstico e tratamento adequados da DTM. O objetivo deste aparelho é estabilizar e melhorar a função do sistema mastigatório, diminuir a atividade muscular anormal e proteger os dentes da atuação de cargas traumáticas advers

Exercícios no controle da dor da ATM O relaxamento e o alongamento são métodos que auxiliam no bem estar físico e mental. O estresse da rotina diária pode gerar tensão muscular nos músculos da mastigação provocando dores da ATM.   Existem alguns exercícios que podem ser realizados pelo próprio paciente para promover o relaxamento dessa musculatura.  

  1. Inspire e expire lentamente para promover o relaxamento inicial;
  2. massageie com movimentos circulares e com as pontas dos dedos os músculos da face. Inicie pela região das têmporas e desça até a região da articulação e finalize na região mandibular;
  3. Realize movimentos de abertura e fechamento da boca de forma lenta com a língua posicionada no céu da boca. Repita esse movimento 5 vezes, respire e realize mais 5 sequências de movimento;
  4. Encha as bochechas de ar e jogue o ar de um lado para o outro lentamente. Repita o movimento por 10 vezes;

Claro que sim! A maior parte dos quadro de disfunção da ATM é tratada de forma conservadora por meio de técnicas de relaxamento, uso de placas interoclusais associadas ou não à terapia medicamentosa. Porém, existem alguns quadros clínicos que exigem a intervenção cirúrgica como fratura do côndilo, anquilose (ossos da articulação se sodam gerando a perda de movimento e deformidades na face), hiperplasia do processo coronóide (crescimento desordenado do osso), reabsorção idiopática da articulação, luxação mandibular recorrente, lesões patológicas e casos mais severos de deslocamento do disco articular, etc. O procedimento cirúrgico visa o restabelecimento da função normal da articulação, ligamentos e músculos da mastigação. Existem procedimentos cirúrgicos convencionais abertos e recentemente surgiu a possibilidade de realizar-se cirurgias minimamente invasivas por meio de equipamentos de artroscopia. A artroscopia é uma modalidade cirúrgica que usa a técnica de endoscopia, ou seja, uma câmera de vídeo é inserida através de uma incisão cirúrgica dentro da ATM

Os sintomas de disfunção da ATM são gerados basicamente por estresse, bruxismo e apertamento dental, ansiedade, mal oclusão, mal funcionamento do sistema articular e muscular. Os sintomas podem ser prevenidos de algumas formas. Existem exercícios de relaxamento muscular que podem ajudar. Abrir e fechar a boca com a língua no céu da boca, massagear os músculos da face e da área maxilar com as pontas dos dedos, encher as bochechas de ar e jogar o ar de um lado para o outro, falar em câmera lenta e bocejar são exercícios recomendados pelos fisioterapeutas. Além do relaxamento, é importante cuidar com a postura, evitar hábitos deletérios como morder objetos e roer unhas, fazer alongamentos, praticar exercícios físicos e reduzir o estresse e a ansiedade. Ao aparecimento dos sintomas de disfunção temporomandibular é muito importante procurar um cirurgião-dentista especialista na área de oclusão para diagnosticar, atuar na prevenção e tratar esse distúrbio. Na clínica Bonotto sua condição articular e muscu

A disfunção da ATM é caracterizada ou está associada aos seguintes sintomas: dor de cabeça dificuldade de abertura bucal sensação de cansaço ao mastigar estalidos articulares durante abertura e fechamento bucal zumbidos no ouvido bruxismo dor ou tensão no pescoço, cabeça e face sensibilidade nos dentes insônia   Uma das modalidades eficientes de tratamento disponíveis para disfunção da ATM é a confecção e utilização de placa de acrílico. A placa tem a função de evitar desgastes dentários, promover o relaxamento muscular e proteger a articulação de forças excessivas durante a parafunção (ranger e apertar os dentes). A recomendação clínica é a utilização noturna desse dispositivo. Nos primeiros meses de tratamento a placa deve sofrer ajustes periódicos que devem ser realizados pelo cirurgião-dentista especialista em DTM e Dor Orofacial. Estudos científicos recentes comprovam que a placa de acrílico é mais efetiva que a de silicone flexível, pois a de silicone induz o paciente à uma maior frequência de atos mastigatórios e parafuncionais como range

Não é comum um paciente saudável apresentar estalidos durante a abertura e fechamento da boca. Os estalidos são um dos sinais de que algum problema nas articulações temporomandibulares (ATMs) está ocorrendo. A mandíbula se encaixa no crânio por meio dos côndilos articulares. Entre os côndilos e a eminência articular do crânio existe uma estrutura que evita o contato direto entre os ossos, gera amortecimento  e propicia a lubrificação desse conjunto que é chamada de disco articular. O disco articular mantém o funcionamento perfeito da articulação. Os estalidos podem aparecer devido ao deslocamento do disco articular que não trabalha em sincronia com o côndilo. Outra causa pode ser o excesso de avanço do côndilo passando dos limites articulares. Nesse caso pode-se detectar uma espécie de frouxidão dos ligamentos articulares da ATM.   Frequentemente os estalidos não aparecem em conjunto com a dor. Algumas vezes os estalidos desaparecem espontaneamente depois de um período. Isso não quer dizer que está tudo bem, podendo inclusive ser uma piora do quadro. Quando os estalidos são acompanha

Inscreva-se em nossa newsletter e receba dicas e informações sobre os nossos tratamentos!