Dor de dente que não vem do dente?

Você sabia que a dor de dente é mais comum das dores na face?  As dores que tem origem na polpa dentária e tecidos periodontais são as que mais acometem a região facial. Essas dores geralmente são sentidas em caráter pulsátil ou pontadas e  aparecem após estímulos térmicos (quente e frio) ou durante a mastigação pelo contato dos dentes. Essas condições são facilmente tratadas pela Odontologia, com tratamentos  restauradores, endodônticos e periodontais.

Entretanto, existem dores que são sentidas nos dentes mas tem origem em outros tecidos, confundindo muitas vezes tanto o paciente quanto o profissional. Por exemplo, dores musculares crônicas podem referir dor para os dentes, dando a sensação de uma dor de dente em “peso ou pressão”. Outro exemplo são as sinusites, que podem refletir dor nos dentes superiores. A Neuralgia do Trigêmeo também pode simular dor de dente, com sensação de dor rápida em choque elétrico.

Até mesmo o coração pode refletir dor nos dentes. Alguns pacientes que chegam enfartados em emergências cardiológicas relatam ter tido dor pulsátil na mandíbula como primeiro sintoma do enfarte.

É necessário que o profissional da Odontologia conheça as dores de dente que não são odontogênicas para se evitar tratamentos desnecessários e promover alívio rápido para queixa do paciente.  

Deixe um comentário

Inscreva-se em nossa newsletter e receba dicas e informações sobre os nossos tratamentos!