Disfunção de ATM e Dores no ouvido.

Você tem dor de ouvido crônica e frequente?

Você já investigou clinicamente?

Você sabia que a dor no ouvido pode estar relacionada à Disfunção da ATM?

A dor de ouvido associada a dores na região dos músculos mastigatórios, à presença de estalos articulares na abertura e fechamento da boca podem indicar que o funcionamento da ATM não se encontra em perfeitas condições. A inflamação muscular pode gerar a dor reflexa, ou seja, dor à distância podendo ser sentida no ouvido.

Além da dor de ouvido, o paciente pode apresentar barulhos ou zumbido no ouvido, sensação de ouvido tampado, diminuição auditiva, dificuldades no entendimento de sons mais graves ou agudos, tontura, vertigem, sensação de desmaio sem motivo aparente. A sensibilidade auricular é um dos sintomas de causa muscular ou articular.o

 3 teorias que relacionam os sinais neurológicos com os sintomas da Disfunção da ATM:

imagemmeios9

 

Além disso, o mau posicionamento do côndilo mandibular pode causar dor de ouvido, zumbido e vertigem.

A hiperatividade dos músculos da mastigação pode levar à contração do músculo tensor do tímpano e a membrana timpânica ou contração muscular do palato mole. Essa hiperatividade pode gerar disfunção da trompa de Eustáquio levando ao desequilíbrio e perda de audição.

Dentes do siso podem também desencadear dores auriculares. Dessa forma é importante realizar o diagnóstico diferencial.

Os profissionais pós-graduados da Clínica Bonotto  podem te ajudar a identificar qual a causa de suas dores de ouvido e indicar o tratamento correto. Agende uma consulta em uma Clínica que trata ATM em Curitiba.

1. Franco AL, Godoi DA, Castanharo SM, Caparis CM. Interaction

between headaches and temporomandibular disorders: a literature

review. Rev Odontol UNESP. 2008;37(4):401-6.

2. Pascoal MIN, Rapoport A, Chagas JFS, Pascoal MBN, Costa CC,

Magna LA. Prevalência dos sintomas otológicos na desordem

temporomandibular: estudo de 126 casos. Braz J Otorhinolaryngol.

2011;67(5):627-33.

3. Marchiori LLM, Oltramari-Navarro PVP, Menezes-Barrivieira CL, Melo

JJ, Macedo J, Bruniera JRZ, Gorres VC, Navarro RL. Probable

Correlation between temporomandibular dysfunction and vertigo in the

elderly. Int Arch Otorhinolaryngol. 2014;18(1):49-53.

4. Valle-Corotti K,Pinzan A, Valle CVM, Nahás ACR, Corotti MV.

Assessment of temporomandibular disorder and occlusion in treated

class III maloclusion patrients. J Appl Oral Sci. 2007;15(2):110-4.

Deixe um comentário

Inscreva-se em nossa newsletter e receba dicas e informações sobre os nossos tratamentos!